Como instituição parceira das ações do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul no combate ao mosquito Aedes aegypt, transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya, a Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul) deu início às entregas de mais 500 mil cartilhas contendo informações sobre como eliminar os focos do mosquito, mitos e verdades sobre os hábitos do Aedes aegypt, entre outras informações.

A Sanesul trabalha em prol da saúde e qualidade de vida da população, portanto é fundamental que seja parceira do Governo do Estado nesta grande campanha de combate ao mosquito. As cartilhas estão sendo entregues junto com as contas de água e esgoto em cada uma das residências e unidades consumidoras atendidas pela Sanesul e a previsão é de que até o final de fevereiro os leituristas finalizem as entregas, destacou o presidente Luiz Rocha.

Em Ponta Porã, por exemplo, já foram entregues 25 mil cartilhas. Segundo o gerente regional da Sanesul Marcio Cruz, a população gostou bastante do material. A distribuição está sendo positiva, pois traz diversas explicações, e pelo fato de estar havendo uma epidemia isso ajuda na conscientização das pessoas sobre a importância de combater o mosquito”.

Para o secretário de saúde de Ladário, Cleber Colleone, “a linguagem da cartilha é direta e explica de forma simples para a população como eliminar o mosquito e seus focos.

Nos ajudou muito esta ação da Sanesul aqui em Ladário. Queremos continuar com a parceria”, destacou.

A professora Maria Leuda Oliveira Ferreira, moradora de Coxim e que já recebeu a cartilha em sua residência, considera a divulgação das informações sobre o Aedes aegypt uma maneira de conscientizar a sociedade sobre a epidemia do mosquito. “É importante e válido esse trabalho, onde todos têm que cuidar e não ficar só esperando”.

Já a dona de casa Donizete Aparecida, de Naviraí, elogiou o conteúdo da cartilha. É uma coisa boa, porque traz orientações do que fazer. A cartilha foi muito bem bolada, e podemos passar para as crianças.

Somando esforços com diversas instituições parceiras da campanha do Governo do Estado, o objetivo é vencer a guerra contra o mosquito.
Fonte: ASSECOM
Por: Larissa Almeida
19/02/2016